A História da Migração

MIDEQ e PositiveNegatives, em parceira com o Instituto Maria e João Aleixo (IMJA), lançam A História da Migração, animação com versão em seis idiomas que busca contar a complexa história da relação entre a migração e as desigualdades globais.

A animação, ilustrada por Karrie Fransman, baseia-se em roteiro preparado por parceiros do Hub MIDEQ em 11 países do Sul Global e desafia muitas das ideias que atualmente dominam as representações na mídia sobre a migração. A animação destaca que:

  1. A migração entre países do Sul Global corresponde a quase metade de toda a migração internacional, chegando a 70% em alguns lugares.
  2. As complexas motivações pelas quais as pessoas migram, como empobrecimento, conflito e amor
  3. As desigualdades estão aumentando e foram agravadas pela pandemia da Covid-19
  4. O papel das desigualdades, incluindo questões de gênero e etárias, em moldar decisões sobre migrar
  5. Como são desiguais as possibilidades de uma viagem segura entre países do Sul Global
  6. As contribuições econômicas, políticas, sociais e culturais das pessoas migrantes
  7. As implicações da migração para aquelas pessoas “deixadas para trás”

A animação engaja com um amplo público do trabalho do MIDEQ e destaca a importância de se compreender a migração global a partir das perspectivas das pessoas que vivem e trabalham no Sul Global. Também reflete a importância de projetos de pesquisa internacional como o que realiza o MIDEQ, capazes de produzir um novo conhecimento sobre questões da migração, desafiar narrativas hegemônicas da política e da mídia e, sobretudo, contribuir para os esforços de melhorar a vida das pessoas que vivem no Sul Global. E, acima de tudo, coloca a desigualdade no centro da história.

A animação está disponível em Inglês, Português, Tâmil, Malay, Mandarim e Francês no YouTube, com lançamento previsto de versões em outros idiomas nos próximos meses.

Sobre a animação, Heaven Crawley, professora e presidente da Diretoria Internacional MIDEQ, declara:

“Por tempo demais a história da migração foi dominada por visões e interesses do Norte Global. Essa história vem focando em questões de segurança e controle de fronteiras, ignorando os complexos fatores que levam as pessoas a se deslocar por diversas partes do mundo. A migração é parte de nossa história e será parte inevitável de nosso futuro. Se queremos que migração funcione para todos então temos de compreender melhor e abordar as desigualdades estruturais — empobrecimento, desigualdade de gênero, racismo — as quais conduzem a migração e limitam seu potencial para contribuir com o desenvolvimento”

Dr. Benjamin Worku-Dix, Diretor Fundador no PositiveNegatives, conta:

A história da migração foi a animação mais colaborativa que produzimos na PositiveNegatives. Co-produzida por 17 pessoas parceiras por entre 11 países, ainda durante os tempos mais desafiadores de pandemia da Covid-19, o que implica depender de novas tecnologias para colaborar com êxito e fisicamente trabalhar com independência. A gente quis fazer um filme que se engajasse com um público global variado, desde jovens estudantes a formuladores de política.”

Dr. Seng-Guan Yeoh, co-pesquisador do MIDEQ no corredor Nepal-Malásia, diz:

“A produção desse curta-animação é em si uma redescoberta dos complexos e maranhados fios das forças históricas, socioeconômicas e geopolíticas que estruturam nossas percepções e compreensão da mobilidade urbana atual.”

Dr. Jailson de Souza e Silva, co-pesquisador do MIDEQ no corredor Haiti-Brasil, afirma:

“As narrativas sobre migração são, historicamente, construídas pelos países do Norte. Nelas, se pensa o migrante apenas a partir da necessidade, de suas carências e demandas. O MIDEQ busca construir outra narrativa, na qual os migrantes são vistos em suas possibilidades, potência e capacidade inventiva. Eles são os sujeitos de suas histórias e as constroem em novos tempos e espaços.”

Português

Inglês

Tâmil

Malay

Mandarim

Francês