A capacidade dos migrantes de se deslocar, trabalhar e buscar proteção depende de sua capacidade de acessar direitos, recursos e outras oportunidades de integração social e política. Embora existam movimentos ativos da sociedade civil em todo o Sul Global, os esforços organizacionais direcionados aos migrantes permanecem raros, e as avaliações ou avaliações de tais iniciativas ainda mais.

Com base nos resultados de nossa pesquisa, este tema explora as maneiras pelas quais o acesso a recursos, redes sociais e oportunidades políticas desempenham um papel fundamental na mobilização de migrantes nos 12 países. Trabalhamos com organizações locais e lideradas por migrantes em cada contexto para reduzir as desigualdades associadas à migração.

Nossa pesquisa examina:

  • Diferentes formas de participação política formal e informal, organização e resistência que podem desafiar suposições sobre migração e desigualdade nos níveis nacional e regional.
  • O papel dos sindicatos, organizações internacionais, alianças transnacionais e outras estruturas e mecanismos mobilizadores.
  • A relação entre organização de migrantes e construção de solidariedade mais ampla dentro, através e além dos corredores.

O time

Professor Akosua Darkwah

Professor Mariama Awumbila