Nepal – Malásia

Nos últimos anos, a contribuição dos trabalhadores migrantes nepaleses na Malásia tem sido significativa.

O Nepal recebe quase um terço de seu Produto Interno Bruto de remessas financeiras. No entanto, as altas taxas que os nepaleses têm de pagar aos recrutadores, combinadas com baixos salários e condições de trabalho forçado limitam o valor enviado às famílias no Nepal, restringindo seus benefícios de desenvolvimento.

Nossa pesquisa neste corredor foca na natureza de gênero das migrações e nos fluxos de recursos. Também examinamos o impacto de acordos e políticas recentes em ambos os países nas práticas de recrutamento e na tomada de decisões e percepções dos trabalhadores migrantes nepaleses em todas as etapas de suas jornadas.